segunda-feira, 23 de maio de 2022

O português comum já sente todos os dias os efeitos da desgraça socialista no poder. 

O orçamento do empobrecimento e falta de competitividade, o documento do sufoco da maioria "costista, não reduz o monstruoso défice (está sempre a crescer) e o enfraquecimento da representação madeirense infiltrada por um forasteiro que se tornou célebre pelo controlo que impôs na sede local do PS- uma agência ao serviço das saudades colonialistas de um verdadeiro partido de Lisboa- não augura nada de bom. 

Se há quem ainda tenha ilusões, está a fazer o seu papel, mas tudo o que aconteceu no passado recente, com boicotes, sabotagens e engonhanços, são sinais de arrogância de um poder centralista que vive a bebedeira do poder absoluto suportado por uma imensa propaganda. 

Já repararam que este socialismo de vendedores de banha da cobra promete muito mas dificilmente cumpre a palavra. 

Chegaram ao poder enganando o povo com o slogan "palavra dada, palavra honrada" uma conversa de treta, que no caso da nossa terra, tem exemplos vergonhosos como o incumprimento das obrigações do Estado no financiamento da construção de novo Hospital Central (a obra está no terreno mas por iniciativa do governo regional) e os entraves a Centro Internacional de Negócios, uma "espinha atravessada" num território governado por parolos, que estão a contribuir para o crónico atraso de Portugal, um país incapaz de acompanhar, o ritmo de criação de riqueza dos seus parceiros europeus                     

domingo, 22 de maio de 2022

Se ainda há produtores de banana na Madeira, foi porque houve alguém que lutou na então CEE (agora União Europeia) para que a mancha verde das plantações de banana não fosse tocada.

Houve mesmo necessidade de sensibilizar um comissário europeu de visita à Região para importância do cultivo de bananeiras e sua comercialização para o exterior, mas também para o seu contributo para a paisagem sobretudo na costa sul da Madeira.

Ora, passados tantos anos, dá vontade de rir olhar para os tontinhos da irmandade esquerdóide, a promoverem uma visita para fazer queixinhas sobre uns alegados "problemas que afetam o setor da banana na RAM", nos salões onde durante décadas estiveram instalados os poderes  coloniais.  

 

sábado, 21 de maio de 2022

Diabruras do gilinho...

Conta-se por aí que a criatura num comportamento próprio de um vilão da idade média, anda a enganar levadeiros e pastores impondo-lhes o pagamento de rendas que ele mete ao bolso sem dar explicações aos lesados. 

Também se fala numa negociata das arábias junto ao túnel da Nazaré nuns terrenos adquiridos com "bolos" sujos venezuelanos envolvendo um grupo de exploradores alemães.  


sexta-feira, 20 de maio de 2022

São socialistas que não se reveem na orientação do PS após a liderança do penico (jacinto) e nas manobras de sobrevivência política do desempregado primeiro-damo, que o dizem para quem quer ouvir. 

Dizem que o novato Sérgio tem de se libertar das más companhias, em especial do agente cubano que o tem sequestrado obrigando-o a obedecer às ordens do PS colonialista e centralizador

Garantem os socialistas descontentes com a situação, que o cubano está à beira de ser constituído arguido no caso das faturas da câmara, levando consigo o "chefe da banda", e quem sabe, também o partido. 

Sabendo-se quem mexia nas contas daquilo vai ser bonito de se ver.

 

quinta-feira, 19 de maio de 2022

Não fora os alertas dos profissionais de saúde em especial no norte do continente, e ninguém tinha teria conhecimento de que a pandemia de Covid-19, estava atacar em força lá pela Ibéria.

A ministra idolatrada pelo socialismo local, já começou a sacudir a água do capote, mesmo quando uma instituição responsável como o Instituto Ricardo Jorge, alerta para a possibilidade de Portugal já no final deste mês atingir os 60 mil casos diários.

Não é apenas a atividade hospitalar que já está sofrer, são também as pessoas comuns que em busca de informações estão a entupir a Linha Saúde 24.

Não tarda e vamos voltar a ouvir o colaboracionismo local a atacar o nosso sistema de saúde numa daquelas manobras de diversão, em coro com a irmandade caga-tacos de Santa Cruz e com a habitual  turba de mal com a vida.  

O "agente" Iglésias, andou por aí de braço dado com o novato Sérgio. 

Fazendo o papel de emplastro também foi visto a poucos metros dos dois, o patético penico (jacinto).    


quarta-feira, 18 de maio de 2022

Muita lábia e pouca substância.

A inutilidade que devia tratar da economia da nossa terra anda a exasperar as empresas e os empresários com as suas promessas inconsequentes.

Deve ser o membro do governo regional que mais aparece nos jornais locais o que ainda mais irrita quem dá o litro todos os dias e vive sufocado pela burocracia e políticas fiscais do socialismo "absoluto" de Lisboa.

Quem sente na pele as agruras de um país que não gosta das empresas, pergunta-se...afinal para que é que serve? 

Só enfia o barrete quem quer! 

  

terça-feira, 17 de maio de 2022

A guerra da Rússia contra a Ucrânia e o PCP à nora e em contramão.

O partido do desprezível Edgar, fez um comunicado em que diz que o alargamento da NATO à Suécia e Finlândia, representa um "sério agravamento da tensão na Europa" e vai mais longe dizendo que "presença deste bloco político-militar junto à fronteira da Rússia" é uma provocação aos russos. 

Não foram precisas muitas horas para que este ridículo PCP que alberga o dito Edgar ouvisse o verdadeiro causador de toda a tensão que se vive na Europa e da desgraça nas terras ucranianas, dizer que a adesão simultânea da Suécia e Finlândia à NATO, não constitui uma ameaça para a Rússia, e que até não tinha problemas com os dois países

É no que dá ser mais papista do que o próprio papa (cruz credo), embora o ditador russo, tal como os comunistas portugueses, continuem a achar que é nas democracias ocidentais que existem tendências expansionistas. 

Não estivéssemos perante um caso muito sério e até se poderia dar uma boa gargalhada com o seguidismo cego deste aberrante PCP do Edgar face à maior ditadura do mundo, a Rússia da ultra-direita e herdeira do social-fascismo soviético.